Crónicas de uma Leitora: Julho 2015

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Novidades da semana de 3 a 9 de Agosto

Sem comentários:



Nas livrarias a 7 de Agosto



Livros de Bolso

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Tirar o DRM dos ebooks de Kindle

Sem comentários:
Ruiva, quero tirar o DRM do meu Kindle para poder ler no meu Kobo. Isso é possível? Epá não olhem para mim, isso não é legal porra... Eu não quero ir presa, MAMÃ! Just kidding, eu conto-vos tudo o que sei da minha vasta experiência em sacar DRM's porque fuck you bitches, I ain't got no money para andar com Kindles e Kobos e o raios que vos parta atrás de mim.

Bom quanto à pergunta, depende caro leitor. Se tiver a versão do Windows 7 ou anterior, sim dá. Breaking news: ao mesmo tempo deste post consegui finalmente instalar o Kindle for PC na versão do windows 8.1. Eles devem ter mudado algo porque antes se tentássemos instalar eles diziam que não podiam abrir o programa e que tínhamos de instalar a versão mais recente. Mas como a versão nova é horrível (não a sério, vejam as reviews), eles devem ter mudado isso.

Relembro que todas as printscreen que vocês vão ver são do meu PC e que eu comprei TODOS os ebooks ou então eram gratuitos. Não há ali NADA ilegal. Eu pago todos os meus ebooks e só vos vou ensinar como tirar a protecção para conseguirmos ler no Kobo, algo que é impossível com o DRM e em .azw. Por isso nada de mandarem boquinhas do tipo: ai sua pirata... porque it ain't fun ser chamada de algo que não é. Já recebi dezenas de advanced copies e nunca meti uma na net por isso não me venham com sermões.



Para tirarem o DRM dos bichos aka ebooks vão precisar de:

Ingredientes
A) Ter uma conta na Amazon
B) Ter um cartão de crédito ou MBNet
C) Ter dinheiro nesse cartão
D) Ter o programa Kindle for PC
E) Ter o programa Epubee OU plugin Calibre para tirar DRM.
F) Ter o Calibre

Step 1:
Comprar o ebook com a conta da Amazon.


Step 2:
Instalar o Kindle for PC (tem de ser este, não instalem a app!)

Step 3: 
Ir ao programa e fazer sync com a conta da Amazon e fazer Download items



Step 4: 
Abram o ebook no programa e depois fechem tudo (ebook e programa).


Step 5: 
Procurem por uma pasta que diga Kindle ou My kindle Content para verificar que o ebook está lá. Vejam pela data porque os ebook do Kindle têm nomes de ficheiros estranhos.

Step 6: 
Abram o ficheiro no Epubee e removam a protecção.


Step 7: 
Se o ficheiro estiver em azw3 ou azw, abram o Calibre e convertam o ficheiro.


Agora podem ler os ebooks no Kobo sem problemas. Para quem não gostar do Epubee podem sempre utilizar o plug-in do Calibre que remove na mesma o DRM. Simplesmente eu prefiro o Epubee porque é fácil e cómodo. Espero que tenham gostado do tutorial, se tiverem dúvidas ou algo não estiver a funcionar, podem sempre deixar mensagem que eu respondo-vos.



O Mar Infinito | Rick Yancey | Opinião

Sem comentários:
É a derradeira batalha entre a vida e a morte, a esperança e o desespero, o ódio e o amor.

A Terra foi invadida por extraterrestres - os Outros -, que têm como único objectivo o extermínio de toda a população do planeta. Sem aviso, lançaram quatro vagas de destruição que devastaram parte da humanidade. Cassie Sullivan e os seus companheiros contam-se entre os poucos que sobreviveram.

Agora, com a espécie humana quase extinta e com uma quinta vaga em marcha, os jovens têm de tomar uma decisão crucial: enfrentar o duro inverno e ficar à espera que Evan Walter regresse, ou partir à procura de mais sobreviventes antes que o inimigo se aproxime demasiado - porque o próximo ataque é mais do que possível, é inevitável. Ninguém é capaz de prever até onde os Outros podem descer, nem estes sabem o quanto a humanidade se pode erguer.

O Mar Infinito é o segundo volume da trilogia A 5.ª Vaga.

Para mais informações ou para adquirir O Mar Infinito, clique aqui
 A 5.ª Vaga foi assim um daqueles livros absolutamente fantásticos que me deixou em ansiosa pelo volume seguinte, na altura não havia sequer a sua publicação no original se não estou enganada e fiquei com a certeza que seria um dos melhores livros do ano, e foi! O Mar Infinito será um dos melhores lidos de 2015, não tenho qualquer dúvida e mais uma vez me faltam palavras para descrever a espectacularidade de Rick Yancey.

Confesso-me uma leitora fácil de agradar, geralmente dou tiros certeiros e gosto bastante dos livros que escolho mas há alguns que por qualquer motivo nos deixam num estado meio alucinado. Quando recebi o livro fiquei uns bons minutos a olhar para ele, a capa é simplesmente linda e a textura é fabulosa, dei por mim a passar a mão porque a textura emborrachada é diferente de qualquer outro livro na minha estante (excepto A 5.ª Vaga, claro) mas o tamanho surpreendeu-me, esperava um livro maior já que o primeiro tem cerca de 400 e este tem apenas 272. Tive medo que algo falhasse neste volume, depois de uma história tão grande e complexa como é que me chegava à mão uma continuação tão pequena. Já devia ter aprendido que não deveria julgar um livro sem o ler primeiro.

Dividido em partes, temos várias perspectivas e algumas incursões ao passado, veremos Ringer a contar boa parte da narrativa o que nos trás uma nova visão do enredo, ela será parte fundamental em tudo o que irá acontecer pois acaba por ter um destaque maior que Cassie, que fica um pouco mais apagada. De inicio foi difícil entrar no livro, em primeiro porque não sabemos quem a está a narrar (talvez devesse haver logo de inicio essa indicação) e depois porque um ano depois a história não estava fresca na minha cabeça, acabei por ir reler as últimas páginas d'A 5.ª Vaga para relembrar alguns detalhes.

Vemos no nosso grupo, almas torturadas, mesmo os mais novos, os horrores que viveram destruiu qualquer coisa dentro de cada um deles mas não lhes quebrou o espírito. É difícil explicar quão alucinante, perturbador e fascinante este livro é. A acção é constante e tão intensa que conseguimos visualizar muitas das cenas na perfeição, vivemos cada uma dela como se fossemos nós de tão bem escritas que estão. Cada nova informação que nos é cedida ficamos a saber mais mas a perceber menos, quem são estes extraterrestres e porque nos estão a exterminar desta maneira? Não teriam uma forma mais eficaz e menos "suja" de o fazer? E quanto mais respostas temos mais perguntas fazemos. Ao aproximar-nos da recta final ficamos estarrecidos com a percepção da verdade.

Talvez algumas coisas não tenham sido tão boas como no primeiro livro, a dificuldade em diferenciar a "voz" de cada narrador foi uma dela, além de que faltou um pouco de romance, se bem que com o movimento constante e tanta coisa a acontecer era difícil as personagens focarem-se em algo que não era prioritário, mas de resto Yancey conseguiu arrebatar-me, fiquei completamente agarrada à leitura. 

Quer seja pela rapidez da acção, pelo fluir da narrativa ou pelos momentos chave que vão dando novo ênfase à leitura o certo é que O Mar Infinito é um daqueles livros que nos choca com a mesma intensidade que nos apaixona. 






Este exemplar foi gentilmente cedido pela Editorial Presença em troca de uma opinião honesta.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O Mar Infinito | Rick Yancey | Divulgação

Sem comentários:

O Mar Infinito – A 5ª Vaga – Livro 2 de Rick Yancey

Título Original: The Infinite Sea
Tradução: Miguel Romeira

Páginas: 272
Coleção: Via Láctea Nº 123
Data de Publicação: 15 Julho 2015

  •  Bestseller do New York Times
  •  4.5 estrelas na amazon.co.uk
  • 4.1 estrelas no Goodreads
  •  Vendido para 25 países
  • Direitos cinematográficos adquiridos pelo Tobey McGuire, conta com a Chloe Grace Moretz como protagonista. O filme baseado no primeiro livro da série está previsto para Janeiro de 2016


Mais sobre o autor em:

www.rickyancey.com
www.the5thwaveiscoming.com

GÉNERO: Ficção e Literatura / Romance Fantástico / Romance Contemporâneo.

PÚBLICO-ALVO: Jovem adulto, apreciadores do género.


«Extraordinário, uma leitura imperdível.» - Entertainment Weekly

«Um ritmo imparável, uma prosa emocionante e peripécias inesperadas...» - The New York Times Book Review

«Uma história de sobrevivência que nos deixa sem fôlego... Uma prosa irrepreensível - cada parágrafo contém uma carga profunda de ambiência, sentido e emoção.» - Booklist

«Um dos Melhores Livros para Jovens Adultos.» - The Washington Post

«Um dos Melhores Livros para Adolescentes.» - Barnes & Noble

«Um dos Melhores Livros para Adolescentes.» - Amazon

Para mais informações consulte o site da Editorial Presença, clicando aqui

terça-feira, 28 de julho de 2015

Perigo Irresistível | Becca Fitzpatrick | Opinião

Sem comentários:

Britt Pheiffer sonha há mais de um ano com umas férias repletas de aventura.
Treinou vários percursos pelas Montanhas Rochosas, comprou equipamento especial e até se sente confiante para levar consigo a melhor amiga, mais adepta de centros comerciais do que do ar puro das montanhas.
Poucas horas após o início da viagem, um nevão inesperado obriga-as a refugiarem-se numa cabana abandonada, aceitando a hospitalidade dos seus dois estranhos ocupantes: dois homens jovens, atraentes e… em fuga.
Feita refém, Britt é obrigada a guiá-los pela montanha e espera conseguir aguentar-se tempo suficiente até Calvin - o ex-namorado que ainda não conseguiu esquecer - poder encontrá-la.
Nada é o que parece nesta aventura nas paisagens inóspitas do Wyoming. Mason, um dos raptores, é estranhamente simpático para Britt. Já Shaun é claramente um homem perigoso.
Mas será Britt capaz de resistir à perigosa atração que Mason parece exercer sobre ela e, por fim, sobreviver?

Para mais informações sobre Perigo Irresistível, clique aqui

Sendo fã da saga Hush Hush da mesma autora (publicada pela Porto Editora) sempre quis ler Black Ice, uma vez que a autora tinha tantos admiradores em Portugal aguardei que chegasse por cá e não esperei muito pois chegou a 9 de julho com o nome Perigo Irresistível. 

Num registo completamente diferente Becca Fitzpatrick saiu de uma série de fantasia urbana YA para um stand-alone NA contemporâneo que é um dos meus géneros preferidos na actualidade. Apesar da curiosidade que tinha havia também algum receio, vi muitas opiniões contraditórias, cotações de 1 estrela no goodreads e não sabia bem o que esperar mas tentei baixar um pouco as expectativas e limpar a cabeça de negativismos e atirei-me na leitura.

Antes de mais devo dizer que a escrita da autora é bastante simples e a acção contínua fazendo com que a leitura fosse bastante fácil e rápida, porém tive alguns problemas com a tradução, apesar de ser feita num português perfeito, sem erros de qualquer tipo o certo é que me apanhei a reler algumas frases porque a sonoridade era estranha, coisas muito pequenas como começar uma frase com "O Jude" em vez de "Jude" ou "do Jude" em vez de "de Jude". São coisas minúsculas e como disse o português está 100% correcto mas soava de forma um pouco esquisita, tive que me abstrair para poder usufruir plenamente da leitura.

 A história é muito interessante acabando por nos agarrar mas é bastante obvia não deixando margens para surpresas, é tudo bastante evidente e desde meio do livro que adivinhei todo o enredo, não deixei de o apreciar é certo porém a previsibilidade fez com que lhe atribuísse apenas 3 em 5 estrelas no GR.

Gostei da forma como as personagens estavam construída, principalmente Shaun, Mason, Britt e Calvin mas tive muitos problemas com Korbie e a pseudo-amizade dela com Britt, elas são as piores melhores amigas da história da literatura. Nunca tinha lido duas melhores amigas com tanta mesquinhice, tanta competição inútil e ridícula. A personagem de Mason foi a mais interessante com mais pontos a explorar, foi também aquele que mais gostei, Britt teve claramente uma evolução durante a história, notou-se um amadurecimento da personagem ao longo da narrativa e também isso foi positivo.

De modo geral, gostei da história mas julgo que a autora deveria ter trabalhado de outra forma o enredo para manter o mistério até ao final, vou continuar a seguir Becca Fitzpatrick mas espero que o próximo livro seja mais surpreendente.






Este exemplar foi gentilmente cedido pela Porto Editora em troca de uma opinião honesta

Frases que nos marcaram #25

Sem comentários:
(imagem retirada da internet)

E a frase desta semana surgiu por acaso, enquanto fazia uma pesquisa. Mas veio a calhar porque é com isto que me deparo todos os dias e acredito que a maioria de vós também, daí ser uma frase marcante da nossa vida de leitores :)

Se quer que as frases que o marcaram sejam publicadas nesta nossa rubrica semanal, basta enviar-nos as ditas para o nosso email (cronicasdeumaleitora@gmail.com) ou então por mensagem na nossa página do Facebook, com a identificação dos livros onde as descobriram.

Contamos com a vossa participação. 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Agenda Cultural | Notícias

Sem comentários:
EVENTOS

_____________________________________________________________________________



Até dia 23 de Agosto podem visitar a XII Feira do Livro, na Praça da Califórnia, em Sesimbra.

O horário da Feira é das 12h às 24h e podem consultar o programa aqui.

Fusão | Julianna Baggott | Opinião

Sem comentários:
Partridge é um Puro. Escapou incólume às detonações atómicas destinadas a exterminar grande parte da humanidade porque pertencia à elite protegida no interior da Cúpula. Os restantes que no exterior conseguiram sobreviver às explosões, ficaram deformados com mutações terríveis. Contudo, Partridge decide abandonar o mundo seguro da Cúpula para viver com os mutantes. E agora essa elite, sob as ordens de Willux, pai do jovem, desencadeia uma aterrorizadora operação para o obrigar a regressar.

Porém, ele sabe que pode contar com o apoio dos seus companheiros: Pressia, a jovem determinada a descobrir os segredos do passado; Lyda, a guerreira; Bradwell, o revolucionário; e por fim El Capitan, o guarda. Juntos organizam um grupo de guerrilha para pôr termo a um plano secreto e diabólico que está a ser arquitetado pela elite científica da Cúpula. Se conseguirem vencer, milhares de vidas serão salvas mas, se falharem, a humanidade irá pagar um preço demasiado elevado. 
Para mais informações sobre Fusão de Julianna Baggott, clique aqui
 
Nem sempre é fácil escrever a opinião de um segundo livro de uma trilogia já que pusemos tantas emoções na opinião do primeiro que é difícil achar as palavras necessárias para descrever o seguinte. Antes de começar a escrever este texto fui reler a opinião de Puros (podem ler aqui) e percebi que quase tudo o que queria dizer sobre Fusão está lá, o choque perante o horror das descrições, o deslumbramento pela escrita viciante da autora. Poucas emoções mudaram de uma leitura para outra.

O estilo da narrativa mantém-se, vamos alternando entre as várias personagens apesar de ser sempre na terceira pessoa, temos perspectivas de várias acções em simultâneo, há várias "frente" activas na luta contra a Cúpula e na defesa dos sobreviventes das detonações.

O acesso a informações cruciais é constante e sentimos que nunca temos pausas, há sempre algo a acontecer, pessoas a movimentarem-se, tornando a leitura densa e mais demorada que poderíamos pensar apesar da sua cadência rápida, mas como cada detalhe é fundamental não é possível ler Fusão a um ritmo dito normal. Porém, e é isso que torna a escrita de Baggott tão empolgante, não temos a sensação de "demasiada informação" vem tudo no tempo certo, dando ao leitor a sensação de acção contínua.

Gostei de rever os personagens e perceber que eles próprios vão mudando consoante o meio que os rodeia e os perigos que têm de enfrentar. Há dois momentos em particular que farão toda a diferença para o terceiro e ultimo livro e que me deixaram ansiosa pelo final, perceber como a autora conseguirá atar todas as pontas soltas que são mais que muitas. O facto de termos uma perspectiva maior das Mães foi muito interessante, em Puros achei que elas mereciam mais destaque e aqui pudemos vê-las melhor, principalmente a Mãe Hestra, dando mais um pouco de informação do tempo antes das detonações. Paralelamente vamos tendo um pouco mais de romance entre dois casais, algo que não tivemos em Puros mas fica-me a ideia que o foco da trilogia não é tanto o romantismo mas a luta contra a Cúpula.

Mais uma vez ficou o sentimento que estes livros não se deverão ler de ânimo leve são muito intensos com descrições fortes mas têm uma história muito boa, com personagens fortes, verdadeiros guerreiros lutando contra um sistema opressor e destrutivo. Se gostaram de Puros não podem perder Fusão.






Este exemplar foi gentilmente cedido pela Editorial Presença em troca de uma opinião honesta

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Novidades da semana de 27 de Julho a 2 de Agosto

Sem comentários:



Nas livrarias a 28 de Julho


quinta-feira, 23 de julho de 2015

Da Harlequin internacional para Portugal com amor | Cayla Kluver

Sem comentários:

Cayla Kluver é uma moça adorável, nunca li nada dela porque sinceramente não parecia nada o meu estilo de livros. Até que andei à procura dos autores que foram publicados pela Harlequin e encontro não só o nome dela como o facto de eu conhecer os livros. Falo da série Alera, publicada pela Planeta em Portugal. Infelizmente não conheço muito da Kluver. É uma autora que não vende assim muito em Portugal nem teve grandes críticas, conseguiram publicar os livros dela todos da trilogia o que já é bom… né madame Saída de Emergência? Ela escreveu uma nova série YA mas duvido que venha a ser publicada pela editora aqui. As capas inglesas são giríssimas, cheias de alegria, ao passo que as tugas são escuras e mais sérias. O preço também não é nada simpático, a Harlequin vende o livro a 10€ e o ebook a 5€ ao passo que a edição portuguesa chegou aos 19.95€. Não há ebook.

Vamos às sinopses com as respectivas capas

HQ Teen | 2012
HQ Teen | 2011















I noticed his eyes. They were blue, sharp and intense. Despite the youthful glows of his suntanned face, his eyes were cold and unfriendly, suggesting he had great experience in the world and was now expecting the worst.

In her seventeenth year, Princess Alera of Hytanica faces one duty: to marry the man who will be king. But her father's choice of suitor fills her with despair.

When the palace guard captures an intruder—a boy her age with steel-blue eyes, hailing from her kingdom's greatest enemy—Alera is alarmed…and intrigued. But she could not have guessed that their clandestine meetings would unveil the dark legacy shadowing both their lands.

In this mystical world of court conspiracies and blood magic, loyalties will be tested. Courage won't be enough. And as the battle begins for everything Alera holds dear, love may be the downfall of a kingdom.

Planeta | 2011

Uma violenta rivalidade entre dois reinos ameaça evoluir para um estado de guerra. No meio deste conflito, uma princesa voluntariosa encontra-se dividida entre o dever e o desejo. 
Obrigada a casar com o homem que o pai escolheu para lhe suceder no trono, a jovem princesa Alera de Hytanica vê-se forçada a enveredar pelo pior dos destinos, o casamento com o arrogante e colérico Steldor. Quando o misterioso e sedutor Narian chega a Hytanica, vindo do território inimigo trazendo segredos e noções inconcebíveis acerca do papel das mulheres na sociedade, os desejos de Alera põem em causa o futuro do reino. 
A descoberta do terrível passado de Narian mergulha Alera num mundo obscuro de intrigas palacianas e conflitos pretéritos, a ponto de não saber em que acreditar, nem em quem confiar.

Alera - A Princesa Herdeira é um lindo conto de fadas com príncipes, princesas, amor, dever, inimigos, intrigas, profecia e todo um universo que nos prende. Primeiro volume de uma trilogia, uma extraordinária estreia literária de uma jovem escritora que, através de uma edição de autor e do passa a palavra, já conquistou milhares de leitores em todo o mundo. Uma história única, romântica, cheia de aventura, paixão e intriga num cenário de fantasia clássica.

M&B | 2012
HQ Teen | 2012














"He couldn't help his past any more than he could help the way those intense, deep blue eyes pierced me and held me captive." An eighteen-year-old queen in love with the enemy as their countries pass the point of no return... Bound to a man she cannot love, Queen Alera of Hytanica must forget Narian, the young man who holds her heart. For Narian is destined to conquer Hytanica at the behest of his master, the powerful magic-user known as the Overlord. Alera doesn't truly believe Narian will fight against Hytanica--until Cokyrian troops attack with Narian commanding the charge. Faced with the greatest betrayal a heart can know, Alera must set aside personal feelings and lead her kingdom through its darkest time. And when all hope, will and courage seem lost, she must find strength and remember that even the blackest night must have a dawn....

Planeta | 2012
Confrontada com a mais terrível traição que um coração pode conhecer, Alera será forçada a esquecer os seus sentimentos e a conduzir o seu reino nesta hora de tremenda provação. E, quando parece que a esperança, a vontade e a coragem estão perdidas, terá de encontrar a força que lhe permita manter-se de pé, recordando que nem a mais negra das noites impede o nascimento de um novo dia.

M&B | 2012
HQ Teen | 2012















This is not the time for the fight to end. Now is when the fight will begin. This is the time to regain what has been lost." "Alera" Queen of a fallen kingdom, secretly in love with the enemy. "Shaselle" Daughter of a murdered father, rebel with a cause. One lives behind the former Hytanican palace walls and walks the razor's edge to keep the fragile peace in her beloved homeland. The other slips through the war-torn streets, seeking retribution for her family's tragedy, following whispers of insurgency. Both face choices that will separate them from those they cannot help but love. As their stories intertwine, a conspiracy ignites that may end in slavery or death--or lead to freedom anew, if only each can face what must be sacrificed.

Planeta | 2013

ALERA, rainha de um reino perdido, secretamente apaixonada pelo inimigo. SHASELLE, filha de um pai assassinado, uma rebelde com causa. Uma vive atrás das antigas muralhas do palácio de Hytanican e caminha no fio da navalha para manter a frágil paz na sua amada terra. A outra erra pelas ruas devastadas pela guerra, em busca de vingança para a tragédia que atingiu a família. Ambas fazem escolhas que as irão separar daqueles que não conseguem deixar de amar. Como as suas histórias se entrelaçam, uma conspiração toma forma e tanto pode acabar em escravidão ou morte, ou ter de novo liberdade, mas apenas se cada uma conseguir enfrentar o que deve ser sacrificado.


Ficaram com vontade de ler que edição? Confesso que vou tentar o primeiro livro ainda este ano mas em ebook.

Fusão | Julianna Baggott | Divulgação

Sem comentários:
Em Fusão, voltamos a encontrar Pressia, a jovem determinada a descobrir os segredos do passado; Lyda, a guerreira; Bradwell, o revolucionário; El Capitan, o guarda e por fim Partridge, um Puro. Juntos organizam um grupo de guerrilha para pôr termo a um plano secreto e diabólico que está a ser arquitetado pela elite científica da Cúpula. Se conseguirem vencer milhares de vidas poderão ser salvas, mas se não, a humanidade corre um grave perigo…

Este segundo volume da trilogia, iniciada com o volume Puros, é o relato de uma aventura épica mas é também uma história de amor inesquecível.

Julianna Baggott é uma autora bestseller norte-americana, agraciada com diversas distinções literárias. O primeiro volume desta trilogia, Puros, que a Presença publicou, foi considerado um dos 100 Notable Books de 2012 pelo jornal The New York Times. Este segundo volume foi Editor’s Choise do New York Times Book Review. Os direitos da trilogia estão vendidos para mais de 15 países.




Título Original: Fuse
Tradução: Fátima Andrade
Páginas: 472
Coleção: Via Láctea Nº 122
Data de Publicação: 17 Junho 2015

Mais sobre a autora em: www.juliannabaggott.com.

GÉNERO: Literatura e Ficção/ Romance Fantástico/ Romance Contemporâneo.
PÚBLICO-ALVO: público em geral, a partir dos 16 anos, apreciadores do género fantástico.

CITAÇÕES DE IMPRENSA:

«O romance para jovens mais extraordinário que já li. Um livro importante de uma das melhores
escritoras americanas.»
- Robert Olen Butler, vencedor do Prémio Pulitzer
«Impressionante e inesquecível.» - The New York Times
«Este romance fervilha de criatividade e os seus cenários de catástrofe são inquietantes.» - The
Sunday Times
«Misterioso e verdadeiramente imaginativo.» - Entertainment Weekly

Para mais informações sobre Fusão de Julianna Baggott consulte o site da Editorial Presença, clicando aqui

terça-feira, 21 de julho de 2015

Passatempo | Mistério na Cornualha | Liz Fenwick

2 comentários:
misterio_na_cornualha.jpg

Com o apoio da Quinta Essência temos para oferecer um exemplar do livro Mistério na Cornualha de Liz Fenwick para isso basta seguir as seguintes regras:

- Podem participar até dia 5 de agosto
- Ser seguidor público do blog
-Ser fã da nossa página do facebook
- Partilhar nas redes sociais
- Só são aceites participações de Portugal (continente e ilhas).
- Pode participar uma vez por dia, mais do que isso será excluido.
- A editora e a administração do blog não se responsabilizam por extravios dos CTT, moradas incorretas ou envios não reclamados.



Frases que nos marcaram #24

1 comentário:

E a frase marcante desta semana é uma das frases destacadas no Goodreads pela nossa Helga, colaboradora do blog. Sem dúvida uma frase que faz todo o sentido para nós leitores compulsivos. :)

Se quer que as frases que o marcaram sejam publicadas nesta nossa rubrica semanal, basta enviar-nos as ditas para o nosso email (cronicasdeumaleitora@gmail.com) ou então por mensagem na nossa página do Facebook, com a identificação dos livros onde as descobriram.

Contamos com a vossa participação.