Crónicas de uma Leitora: Novembro 2014

terça-feira, 25 de novembro de 2014

[REVIEW] Reckless & Fearless | PRISCILLA WEST

Sem comentários:



Reckless & Fearless
Forever duology
Priscilla West
Reckless was published on 4th August 2014
Fearless was published on 17th November 2014
Fearless provided by the author for an honest review

For both synopsis, go to Goodreads
Reckless | Fearless

This novel was an adventure, I started reading Fearless without realising that I had to read the first one: Reckless. I found it on my Kobo (I was like what sorcery is this?) and then I read it super quick. When I got home I realised it was the demo version…. Ohhhh. So I bought the first one, read it super quick and then I read Fearless. 

One thing that I felt was that the second one had a lot more fillers than the first one. While Reckless is more a typical love story with beginning, middle and cliff-hanger, the second one, Fearless, has a lot more drama and few steamy scenes. I never thought I would miss sex scenes, but Pepper (sorry, I love Riley’s nickname) and Jax’s love has lots of chemistry. Their interaction on Reckless was nearly perfect, so it is a bit sad that we suffer along with Pepper on this new novel. Jax is dealing with his troubles and he distances himself a lot. 
He does some crazy stuff that makes Riley worry about him. This is a more mature part of a relationship, the feelings are there, Jax is aware that he loves Riley and Riley also loves him but they have to cement the relationship and get over Jax’s past. There were some amazing scenes; the restaurant where they eat their food in the dark is where you see the couple’s chemistry and interaction at its best, also when they go hiking and they are alone the reader feels the tension but also the strength of their love and what draws them together.
The songs were also decent, I am not usually much into lyrics inside a novel but there were not plenty of them and they were in the right moments. 
The part where the POV changes and we get to see what Jax thinks – loved it. I wish there was more of that because although Riley is a decent narrator, Jax is more complex and he needed more time to let his voice be heard. Also I like bad boys so neither I can blame Riley, nor can I blame the drama for Jax’s past. The sex scenes were pretty wild and amazing and Jax is the guy you end up dreaming at night, he’s crazy, you think you can fix him because he’s broken and his love for you will save him, he sings like an angel, screws like a God and is very temperamental and you end up feeling on the edge and both secure and in danger all the time.
I am glad that he was cocky enough to be interesting but not a total idiot all the time and Pepper ended up telling him how stupid he was actually being, so it was nice that she had a bit of backbone to flip him off sometimes.
The Forever duology defines Priscilla West as an author to keep following. Her writing style is interesting enough, the plot instantly becomes an erotic page turner and her characters are broken enough for the reader to connect with them. While Reckless is the happy part of this duology and maybe more commercial, Fearless talks about you inner demons and the struggle to protect those you love most mostly from yourself. Everyone loves a great damaged hero and with Fearless, Jax could be the hero most women desire.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

[Autor do mês] A Primeira Regra dos Feiticeiros [Passatempo]

2 comentários:


Para a rubrica [Autor do Mês] que este mês foi dedicado a Terry Goodkind, temos para oferecer, gentilmente cedidos pela Porto Editora, os dois livros do autor publicados em Portugal A Primeira Regra dos Feiticeiros Parte I e II.

As regras são as do costume e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 12 de dezembro às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui 
4 - Podem participar UMA VEZ POR DIA (quem participar mais é automaticamente excluido)
5 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
6 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
7- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
8 - A entrega do prémio ficará a cargo da administração do blog.
9 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.

As respostas encontram-se no blog na  rubrica autor do mês de novembro que é publicado às segundas :)
Boa sorte!

[Autor do mês] A Primeira Regra dos Feiticeiros - Parte II de Terry Goodkind [Opinião]

Sem comentários:



Para mais informações sobre este livro clique aqui
Sinopse
Esta é a primeira regra dos feiticeiros: as pessoas são estúpidas e acreditam no que querem acreditar

Richard e Kahlan têm uma missão: encontrar as caixas de Orden e frustrar os planos de Darken Rahl, cuja sede de vingança tem conduzido os seus mundos ao infortúnio e ao mais profundo dos abismos: se o malévolo governante conseguir o que deseja, a vida, tal como é conhecida, extinguir-se-á.

Mas o caminho que conduz à verdade, pavimentado com alianças inesperadas, segredos indescritíveis, traição e dor, não é certamente fácil… Em tempos sombrios, o seeker e a Madre Confessora serão obrigados a lutar contra os seus próprios sentimentos, contra aquilo que julgam conhecer e contra a sua própria natureza por forma a garantirem o futuro da humanidade.


A Primeira Regra dos Feiticeiros - Parte II é a continuação do primeiro livro da saga A Espada da Verdade do autor Terry Goodkind publicado recentemente pela Porto Editora.

Na primeira parte somos apresentado a um mundo mágico dividido em três terras distintas separadas por fronteiras mágicas, conhecemos também Richard, Kahlan e Zedd um trio fundamental para o desenvolvimento da história. Ficamos a saber que Darken Rahl, um tirano que quer o controle do mundo e todas as criaturas vivas quer obter as três caixas de Orden quelhe darão acesso a esse poder, ou não.

A única queixa que tive na primeira parte foi sem dúvida o facto de a acção demorar a desenvolver, o autor tem uma escrita muito rica mas também um pouco cansativa pois tende a descrever todos os pormenores o que pode levar a que a leitura se torne fastidiosa. Porém nesta segunda parte a acção é muito mais rápida o que faz com que a leitura se torne compulsiva, temos vários eventos a ocorrer, todos de grande importância para a trama e somos transportados para vários pontos de vista diferentes apesar da narração ser sempre na 3.ª pessoa. Acabamos por ter um conhecimento maior dos eventos que os nossos dois viajantes incansáveis (Richard e Kahlan) e apercebemo-nos de pormenores cruciais para a trama antes deles.

Terry Goodkind surpreendeu-me imenso neste livro, a sucessão de eventos é alucinante e há cenas (as quais não poderei aprofundar para não vos tirar o prazer da leitura) que me deixaram verdadeiramente boquiaberta sendo a mais chocante para mim a parte da Mord-sith, que não vou contar o que é mas que dá uma nova dimensão à capacidade criativa do autor.

Somos completamente sugados para dentro da história e por vezes os detalhes tornam-se difusos com a ânsia de saber o que se passará a seguir, contudo é a recta final que muda o rumo de tudo e mais uma vez ficamos siderados com as descobertas que fazemos.

É dificil falar-vos de tudo o que este livro nos transmite sem fazer spoilers mas posso antes de mais garantir que é bastante superior à primeira parte, a escrita do autor torna-se mais fluída não perdendo a sua densidade e fluidez. A acção, como já referi, é desenvolve mais rapidamente alterando o ritmo da leitura que aumenta drasticamente. Fiquei com vontade de ler o próximo livro rapidamente pelo que espero a Porto Editora não nos deixe à espera muito tempo. A fantasia épica entra assim para um dos géneros que mais me cativou nos últimos tempos.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Passatempo 3.000 likes

4 comentários:

Para continuar as celebrações dos 3.000 fãs na nossa página do facebook temos para oferecer, gentilmente cedido pela nossa parceira editorial Quinta Essência, um exemplar de "A casa de Willow Street" de Cathy Kelly e "Romance na Toscana" de Elizabeth Adler.

As regras são as do costume e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 07 de dezembro às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui 
4 - Podem participar CINCO VEZ POR DIA (quem participar mais é automaticamente excluido)
5 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
6 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
7- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
8 - A entrega do prémio ficará a cargo da administração do blog.
9 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.

RELEASE DAY BLITZ | RED DAHLIA | VIVIAN WINSLOW

Sem comentários:





Red Dahlia
Vivian Winslow
Genre: Erotic Romance
Release Date: December 03, 2014

Purchase: Amazon US 


Having discovered her mother’s and Shane’s devastating betrayal, a determined Dahlia seeks to find what was taken from her and to chart a new life for herself. With the help of Vi’s friend, Englishman Thomas Squires, a dashing and enigmatic clandestine operative, Dahlia chases leads across London and Paris. Will Dahlia be able to right the wrong and allow herself to love again?

Mature readers only. 18+




Excerpt

Red Dahlia
Gilded Flower Series
By Vivian Winslow

Prologue


My Dearest Dahlia,


I hate that I’ve waited so long to tell you this. Hell, I hate myself for what I’ve done. This is the tenth letter I’ve written you. Each time I promise myself I’ll send it, but I don’t.



She’s still alive, Dahlia! Our daughter, Marissa, is alive. Remember when your mother arranged her transfer to the NICU in a nearby hospital and told you she died a few days later? It wasn’t true.



I visited her everyday that she was there. Then one day, she was gone. A nurse told me that she had been transferred to another hospital, but I couldn’t figure out where. I contacted your mother who came to see me with a lawyer. She offered me a lot of money if I’d give her up. At the time I refused. I couldn’t do that. But you ended things when I went to see you later that day to tell you what happened. You were done with me. Your mother was right. I was a complete fuck-up and loser. I felt like shit. It was my fault you were in such bad shape. I was never there for you. How could I be there for our baby? I couldn’t be the father I wanted to be. I was broke, and she told me she would revoke your trust fund and leave you penniless. I couldn’t do that to you.



You think your parents gave me money as some consolation prize if I dropped out of your life. They were also buying my silence. I signed my life away to them. If I ever told you about Marissa, your mother swore I’d pay and my family would suffer. Back then my mom couldn’t pay her rent and the government was giving her a hard time about survivor benefits. Somehow, your mother magically made the issues disappear. Her influence was that deep, but I don’t need to tell you that. I knew that she would make my life miserable if I ever told you the truth.



I hit bottom after you left. It took me a long time to clean up and figure out what I was going to do with my life. Once I did, I realized my goal was to make things right for you and our daughter. If only I had worked it out sooner, maybe it would’ve been different for us. I regret giving up the two of you. A better person would’ve refused your mother’s offer. But I wasn’t that man then. I don’t know if I can ever convince you of how much I love you and will always love you.



I’ve tried to find Marissa. I even hired an investigator, but came up with nothing. Your mother doesn’t want her found.



Maybe, if we find each other again, we’ll be able to search for her together.



All my Love,


Shane

About the author


Vivian Winslow was born and raised in Southern California. Before becoming a writer, she made a career out of moving around the world every couple of years thanks to her husband’s job. She currently lives in New York City with her husband and two elementary school age children, and is grateful to finally have a place to call home for more than two years. New York is the perfect city to indulge her love of shopping, the arts and especially food.

If she’s not at home writing or running around the city with her kids, you’ll most likely find her indulging in pizza on the Lower East Side or having a cocktail at her favorite bar in Alphabet City. That said, she’s still a California girl at heart and would gladly trade in her heels for a pair of flip-flops to catch a sunset on the beach. .

Website | Twitter | Facebook | Goodreads 




Giveaway

Passatempo Resultados

1 comentário:

Para o passatempo Os Diários de Stefan em que a nossa parceira editorial Planeta oferece os dois livros a um vencedor tivemos 118 participações (só? fiquei triste) e quem ganhou foi a

Sara (...) Soares de Ovar

Os teus dados foram fornecidos à editora pelo que deves receber o prémio brevemente.

Para o passatempo com o livro Cornos de Joe Hill tivemos 179 participações ( triste de novo, esperava mais) e a vencedora foi

Mariana (...) Oliveira de Gondomar


Irei enviar-te um e-mail para me dares os teus dados de modo a poder fazer o envio.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

[Maratona] Especial Dezembro - Lauren Destefano

Sem comentários:

Em Dezembro o Crónicas de Uma Leitora tem um evento especial. 
Juntar o máximo de seguidores e juntos fazermos uma leitura conjunta da trilogia da escritora Lauren Destefano. 
Os três livros estão publicados pela Planeta, o que é fantástico que assim lemos tudo de seguida.

Aqui poderemos discutir a medida que vamos lendo e temos o mês inteiro, sim até no dia de Natal podem vir aqui dizer qualquer coisa. 
Como só começa em Dezembro tem tempo para os adquirir numa livraria mais próxima de vocês ou ate pela Internet, fácil hum! 

E no final haverá passatempos consoante o que conseguirmos juntar para oferecer. 
Mas o que interessa é estarmos juntos e devorar a escritora.... os livros dela!! :P

Juntem-se ao evento no Facebook aqui

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O Demónio na Cidade Branca, de Erik Larson [Opinião]

Sem comentários:


Para mais informações acerca deste livro clique AQUI

Sinopse:

Chicago. 1893. Um homem construiu um paraíso na terra. Outro construiu um inferno ao lado. Em O Demónio na Cidade Branca, Erik Larson, autor do best-seller No Jardim dos Monstros, cruza a história da Feira Mundial de 1893 com o percurso de H. H. Holmes, um serial killer astuto que, através da feira, atraiu dezenas de pessoas para a morte. Um livro que combina uma pesquisa meticulosa da recém-descoberta História e as emoções da melhor ficção, dignas de um thriller.




Este foi o primeiro livro deste autor, até à data desconhecido para mim, no entanto, desde a leitura da sinopse deste livro que me encontrava deveras curiosa com o mesmo. Após a sua leitura poderei afirmar que as expetativas que tinha para com o mesmo divergiram em larga escala da leitura do mesmo... pela positiva.

Talvez por ser amante de thrillers e policiais, não esperava um livro que, aos olhos do «comum dos leitores», poderá parecer uma autêntica enciclopédia histórica. Antes de mais, devo felicita o autor pelo exaustivo trabalho de pesquisa para com este livro. Em poucas páginas, sentimo-nos sugados para dentro da narrativa, narrativa densa e detalhada, paralela a uma escrita fluida e envolvente. Como o diz o ditado: «primeiro estranha-se, depois entranha-se» e realmente a narrativa acerca de duas personagens tão distintas quanto Daniel H. Burnham, o arquiteto principal do projeto da Feira Mundial a decorrer em Chicago e H. H. Holmes, um atraente médico também com gostos arquitetónicos mas a outros níveis.

O primeiro projeta a construção da Feira Mundial, à primeira vista com a intenção da comemoração do descobrimento da América por parte de Cristóvão Colombo, no entanto por detrás deste projeto, existe uma sede megalómana por parte de seus criadores em superar a Feira de Paris e serem reconhecidos mundialmente.

De forma também muito megalómana, H. H. Holmes acaba por adquirir uma farmácia perto da feira, bem como um terreno onde constrói o seu Hotel da Feira Mundial. As verdadeiras intenções por detrás deste Hotel claro está, são do mais macabro possível uma vez que o edifício é, nada mais nada menos, do que o palco da mente deste psicopata. Este é o local onde analisa e disseca as suas vítimas, conduzindo-as aos limites das mesmas, uma vez que a própria mente de Holmes não encontra quaisquer limites no que ele justifica como sede de conhecimento. Holmes as tortura e mata as suas vítimas, numa sede incontrolável de loucura.

Ambos os projetos surgem de mentes brilhantes, embora que os fins de ambos difiram em larga escala dos meios utilizados, acabando por se cruzar sob a forma de mortes e da descoberta dos crimes horrendos, crimes esses que serão ser sempre associados à Feira Mundial... ironias à parte, da fama não se livrou!

Um livro diferente mas que recomendo sem sombra de dúvida e com uma capa muito apelativa!

[Cinema] O sétimo Filho - Trailer

Sem comentários:
Inspirado no livro O Aprendiz do Mago, de Joseph Delaney, eis que fica aqui o trailer do filme. Intitulado de O Sétimo Filho.


O filme terá a sua estreia no dia 1 de Janeiro de 2015.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

[Autor do mês] A Primeira Regra dos Feiticeiros - Parte I de Terry Goodkind [Opinião]

Sem comentários:
 


Sinopse
Richard Cypher é um jovem guia em Hartland, à procura de respostas para o assassinato brutal do pai. Na floresta onde se refugia, encontra uma mulher misteriosa, Kahlan Amnell, que precisa da sua ajuda para fugir aos sequazes do temível Darken Rahl, governante de D’Hara, praticante da mais temível magia negra e um homem ávido por vingança.

Num golpe de verdadeira magia, Richard passa a deter nas suas mãos o destino de três nações e, sobretudo, da própria humanidade. O seu mundo, as suas crenças e a sua própria essência serão abalados e testados, à medida que Richard lida com amigos e inimigos, com a crueldade extrema e a compaixão dedicada, experimentando a paixão, o amor e a raiva, e o seu impacto na missão que lhe é imposta: ser aquele que procura a verdade. 
 
Para mais informações consulte o site da Porto Editora, clicando aqui
A Primeira Regra dos Feiticeiros - Parte I do autor Terry Goodkind e que foi publicado pela Porto Editora corresponde a cerca de metade do primeiro livro da saga A Espada da Verdade que se encontra dentro do género fantasia épica. A ação situa-se num tempo longuinquo entre três terras, a Terra Ocidental desprovida de qualquer tipo de magia, a Terra Oriental e D'Hara ambas com magia tanto entre os habitantes como as criaturas que o habitam.
 
Richard Cypher é um guarda florestal da Terra Ocidental, cujo pai  foi assassinado semanas antes do inicio da história e o irmão mais velho Michael acaba de ocupar uma posição de relevo na sociedade. Depara-se com Kahlan salvando-a de um ataque de uma quadrilha tornando-se amigo desta. A rapariga acabada de chegar da Terra Oriental, é detentora de um título considerado assustador para todos pelo tipo de magia que carrega porém decide esconder esse facto de Richard. Muitas outras personagens vão entrando na história tendo todas elas um papel de suma importância, trazendo conhecimento e sabedoria ao guarda florestal que ele irá usar numa luta que se revelará crucial para a vida de todos os habitantes das três terras.

Correndo o risco de escrever demasiado acerca da história, até porque a mesma se vai agarrando a nós deixando-nos viciados na narrativa prefiro não contar mais sobre as personagens, a tentação de ir desenvolvendo certos aspectos levaria a contar alguns acontecimentos importante que tirariam o prazer da leitura. Devo porém dizer que acho as personagens interessantes e ricamente construída, todas com segredos importantes que deverão ser relevados a seu tempo.

Esta obra está repleta de descrições que enriquecem bastante a narrativa mas que também se podem tornar um pouco maçadoras, compreendo que para o leitor conseguir apreender todo o ambiente criado seja necessário muitos detalhes só que por vezes acabamos por divagar quando nos deparamos com cenas que acabam por não trazer nada de novo à história. Os acontecimentos apesar de serem bastantes acabam por demorar bastante a acontecer, demorando a desenvolver o que torna a ação um pouco morosa.

Uma escrita densa e complexa, onde abundam as personagens e as descrições, com a construção de um mundo tenebroso que nos maravilha com a sua beleza e nos assusta com o mal com que nos deparamos. De qualquer forma, confesso que adorei, foi uma leitura que demorou vários dias mas que me foi deixando viciada ao ponto de se tornar quase impossível largar este mundo tão diferente do que conhecemos. Deixem-me dizer-vos que de momento estou embrenhada neste mundo tendo lido (hoje) cerca de 150 página da segunda parte deste livro. Já estou a desejar que a Porto Editora não nos faça esperar muito pelo próximo.

" Um Amor na Cornualha" de Liz Fenwick [Opinião]

1 comentário:


Sinopse

Fugir no dia do próprio casamento nunca parece bem.
Quando a pressão do futuro casamento se torna demasiada, Jude foge da igreja, deixando um bom homem no altar, a sua mãe furiosa e os convidados com mexericos suficiente para durar um ano.
Culpada e envergonhada, Jude foge para Pengarrock, uma mansão em ruínas na Cornualha, no cimo de uma falésia, onde aceita um emprego a catalogar a extensa biblioteca da família Trevillion. A casa é um refúgio bem-vindo para Jude, cheia de história e segredos, mas quando seu novo proprietário chega, torna-se claro que Pengarrock não é amada por todos.
Quando Jude sucumbe ao feitiço da casa, descobre um enigma familiar decorrente de uma terrível tragédia que teve lugar séculos antes: ao que parece, há algures um tesouro perdido. E quando Pengarrock é posta à venda, parece que o tempo está a esgotar-se para a casa e para Jude…


Muito mais que um romance, este livro é uma história de encontros e desencontros. Um livro que nos ensina a perdoar e a não julgar as aparências quando não conhecemos a verdade.
Mas vamos aos personagens.
Jude, foge no dia do seu casamento quando se apercebe que a sua vida é o reflexo daquilo que a sua mãe quer e não o que ela deseja. mesmo o casamento com John foi sempre vontade da mãe e nunca dela. Mesmo conhecendo-o desde sempre e sendo ele um homem apaixonante, Jude sabe que nunca lhe poderá dar o que ele merece.
Assim, resolve deixar tudo para trás, quando surge a oportunidade de ir até á Cornualha, a convite de um escritor que precisa de ajuda. Fugir dos olhares desaprovadores de toda a gente e tentar assentar a cabeça no lugar é do que ela precisa agora.
No entanto a chegada ao castelo de Pengarrock é tudo menos aquilo que ela imaginava. Além de ser arrastada para a descoberta de um segredo com centenas de anos, vai ser esta procura que irá fazer com que ela finalmente se encontre. A paixão pelo filho do professor é um bónus que ela também não esperava.
A morte do professor para quem ela trabalhava obriga  o filho deste a regressar ao castelo com o intuito de o vender. Tristan, não voltava ao castelo desde a morte da mãe. Culpando o pai pela morte desta, nunca mais conseguiu voltar ao lar. Agora sem o pai, e com as dívidas deste por pagar, a única solução é vender. Mas ele não contava com a força e a paixao de Jude por aquele lugar, que de alguma forma se tornou também dela. Será Jude capaz o convencer a não vender a propriedade que se encontra na familia há geraçãoes?

Escrita de uma forma fluida, as descrições que a autora nos faz são de tal forma vividas que nos consegue transportar até lá ao longo de todo o livro. Eu confesso que fiquei com vontade de conhecer a Cornualha e cheguei a fazer pesquisas na net sobre a região.

As personagens são muito terra-a-terra. Muito humanas e faceis de gostar. Jude, uma mulher simples que se viu sempre relegada para segundo plano por causa da irmã, acabou por vencer mesmo não sabendo porque a mãe não gostava dela, E Tristan, mesmo não gostando dele de inicio pela arrogância, acabamos por o entender a forma de ser ao longo do livro e conformo o vamos conhecendo melhor.

A leitura é apaixonante. De tal forma que não o queremos mais largar.

domingo, 16 de novembro de 2014

Noite Silenciosa de Sherrilyn Kenyon [Opinião]

Sem comentários:

Sinopse

No mundo dos Predadores da Noite, o inferno está prestes a chegar…

Stryker já avisou que está a reunir as suas forças. Enquanto o mundo avança inconsciente, Stryker, que lidera um exército de demónios e vampiros, conspira para lançar uma ofensiva contra os seus inimigos — que, infelizmente para nós, incluem toda a raça humana.

Para vingar a sua irmã, Stryker prepara-se para aniquilar os Predadores da Noite. Mas as coisas começam a correr mal quando o seu inimigo mais antigo regressa. Eis que chega a sua ex-mulher, Zephyra. Precisamente quando achava que nada o poderia parar, vê-se embrenhado numa guerra secular com uma mulher que dá um novo significado à palavra «dor».

Estão a ser traçadas novas linhas de batalha, enquanto os Predadores da Noite se reúnem para uma novo confronto, numa NOITE SILENCIOSA.



Esta autora deixa qualquer pessoa siderada, é fenomenal a sua capacidade de nos surpreender, de mudar o rumo à história e de nos deixar agarrados aos seus livros. Tudo aquilo que tinhamos como certo nos primeiros livros há muito se alterou. Os "maus" afinal não são totalmente maus, os seus motivos acabam por ser ligeiramente aceitáveis, afinal quem quer uma morte agonizante aos 27 anos deixando a nossa familia a sofrer por nós? Acabamos por entender certos factos que de inicio achávamos intoleráveis e aproximamo-nos de personagens que julgávamos impossível. Nunca deixaremos de amar aqueles que nos cativaram desde o inicio apenas nos abrimos aos outros que por uma ou outra razão nos tocam o coração.

Stryker é uma daquelas personagens, bad to the bones só que não, entendem? Ele não é assim tão mau como parecia de inicio e neste livro acabamos por nos aperceber do muito que o atormenta, as mortes dos filhos, a perda da primeira e unica mulher que amou, o ódio mais que compreensível que sente pelo pai, Apolo simplesmente é uma personagem egocêntrica e odiosa que parece não ter amor a ninguém, a forma como tratou Strikerius foi abominável levando o filho a unir-se a Apollymi.

Zephyra é uma mulher quebrada mas uma guerreira, com um único amor no coração, é letal e também ela tem motivos para o ódio. Junto com Stryker os dois irão compreender os motivos que os levou ao divórcio.

Aquilo que mais me surpreendeu foi a bondade na maldade destes dois, ou direi a maldade na bondade? Não sei bem classificar, sei que os fins justificaram os meios e apercebemo-nos de muitas atitudes condenáveis de ambos não só um contra o outro mas dos dois contra terceiros. (Peço desculpa por não poder desenvolver mas seria um enorme spoiler).

Vamos conhecendo também outras personagens e percebendo as suas motivações, ainda há muito por desvendar e a autora consegue manter-nos agarrados a esta saga pela forma como consegue manipular a informação que vai dando, tapando algumas lacunas e abrindo outras. Com personagens viciantes, histórias comoventes e uma escrita fluida e simples esta é uma saga que não se consegue parar de ler.

TEASER FEARLESS | Priscilla West |

Sem comentários:





















A Contemporary Romance Novel by USA Today Bestselling Author Priscilla West

"What are you doing?" Jax struggled.
My heart breaking for him, I raised his bruised hand to my mouth and kissed it tenderly. "Burning away the past."
Beaten, bruised, and broken, I made a desperate move that would change our lives forever.
Just when I thought the worst was behind us, cracks appeared, secrets surfaced, and lies unraveled.
With threats closing in from all sides and our very lives hanging in the balance, I was faced with the most difficult decision of my life. 


Priscilla West is a USA Today Bestselling author of the Forever series.
Her next book, Fearless, the sequel to Reckless, will be released on November 17th, 2014 
She enjoys: cuddles, men in suits, eskimo kisses, life-sized teddy bears, and eggs over medium.
You can find her at priscillawest.com

sábado, 15 de novembro de 2014

[Cinema]: "Adeus, por enquanto" de Laurie Frankel

1 comentário:

Editado pela Bertrand em 2013, "Adeus, por enquanto" da autora Laurie Frankel irá virar filme! 
O livro conta a história de Sam Elling que cria um programa onde as pessoas podem falar com os seus entes queridos...que já partiram, com base em conversas no facebook e emails trocados. Contudo estes encontros virtuais depressa tornam-se um problema real, levantando questões morais e éticas.

A realizadora do filme será Sandy Widyanata e o argumentista será o escritor - Jonathan Tropper - que também já teve os seus livros adaptados ao grande ecrã.

Ainda não há mais informações sobre o filme. 


sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Noite Silenciosa, Sherrilyn Kenyon [Passatempo]

1 comentário:

Com o apoio da  Saída de Emergência e para celebrar os 3.000 likes na nossa página do facebook temos para oferecer um exemplar do livro Noite Silenciosa de Sherrilyn Kenyon. Boa sorte a todos.


As regras são as do costume e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 30 de novembro às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui 
4 - Podem participar CINCO VEZ POR DIA (quem participar mais é automaticamente excluido)
5 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
6 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
7- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
8 - A entrega do prémio ficará a cargo da editora.
9 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.

A resposta à pergunta pode ser lida nas primeiras páginas do livro que são disponibilizadas no site da editora
http://www.saidadeemergencia.com/produto/litfantastica-bang/romance-paranormal/noite-silenciosa/

[BOOK BLITZ] New Regime | The Rune Alexander Series | Laken Cane

Sem comentários:

Title: New Regime
Series: Rune Alexander Series, Book 5
Author: Laken Cane
Genre: Paranormal, Horror
Tour Host: DRC Promotions



 

 Synopsis:


Rune and her people have been taken under the mysterious wing of the Annex, an agency that works toward Other equality. But with the new regime comes changes and some monstrous enemies the Annex seems to have brought with it. The crew finds themselves up against a group called the Shop, whose leader cares only about his lab and the monsters he creates there. But he hasn't been able to build monsters he can use or sell...until now. Now Rune must follow a path of horror that leads from a little werefox named Megan to a town full of evil in Reverence, Kentucky, and find a way to defeat something worse than blades or guns or bombs.

Magic.
She can't use her claws on magic.
Can she?

In book five of the Rune Alexander series, Rune must deal with not only the monsters, but the escalating tension between the berserker and Owen, flashbacks from the COS attack, and the fear that she's losing Levi to the chasm of darkness started by Karin Love and deepened by the slayers.She and her crew will fight with everything they've got to defeat the evil, even if some of that darkness lives inside each one of them. Because they're Shiv Crew, and that is what they do.


Buy Links


About the Series





Rune Alexander wants to get through her days doing her job, which is protecting the humans against the myriad of supernatural creatures, known as Others, who exist uneasily in a human's world.

But she is unstable and damaged. She realizes how broken she is even as she continues to submit to the unspeakable things her lover does to her, craving desperately the strange peace she finds in the aftermath.

When she discovers things are not as they seem and a faceless human is torturing the supernatural groups in her city, she and her crew must break the rules and begin to protect the Others from the humans.

But as the darkness inside her becomes stronger and she ends up on the wrong side of a battle she must not lose, who will save Rune from herself?



Shiv Crew is back in book two of the Rune Alexander series.
Rune and the crew--some of them a little healthier, some of them a little more battered--take on new monsters and unbelievable surprises in Blood and Bite.

While Rune is keeping her promise to Ellis and trying to get her mind fixed, the berserker goes away to take care of some business--mysterious business he doesn't share with Shiv Crew.

What he brings back with him knocks the wind out of Rune and makes her question everything she thought she knew about Strad Matheson.
But the worst is yet to come.

With a mad vampire master she must destroy, a child she must save, and unimaginable screams from a past she has to ignore, Rune has her hands full. But there is always something new and terrible waiting in River County--waiting, it seems, just for her.

Because just when she thinks she can't possibly handle one more terrible thing, she discovers a shocking truth about herself, her blood, and her bite.



A baby necromancer calls her mother from the grave, starting a zombie infestation Rune and the crew are not prepared to handle.

But as always, they jump headlong into battle--a battle that will lead into some of the darkest moments of Rune's life. Moments that will shatter her tenuous grip on sanity and make her long for the man whose abuse allowed her to function.

And when she falls, the berserker is there to catch her. To bring her back. To give her what she needs.

The zombies are just the beginning. Worse even than the zombies is what comes after--a nightmare witch named Damascus, a horrific decision, and death.
Always, death.

As she is given another jagged piece to the puzzle of her past, Rune knows that despite its best attempts, life doesn't have the ability to destroy her--though she offers it all the help it might need.

With Strad Matheson and the crew behind her, Rune will stride through hell, horror, and the endless, black despair of her own mind to show the monsters why Shiv Crew is the scariest group of warriors they will ever face...



Gruesome murders begin to pop up in River County, and Rune is introduced to the bird shifters--to one bird in particular, a woman named Cree Stark.

When she gets a whiff of the shifters' scents where COS had been executing a grisly sacrifice, Rune begins to suspect the birds know more about the slayers--and the twins--than they're willing to admit.

Nothing is more important to Shiv Crew than finding Levi and Denim, but when Lex psychically connects with the twins, it isn't good news she brings back.

As always, COS is at the center of it all.

The world is beginning to look at the church differently, thanks to the tireless work of Bill Rice and others like him. The humans' acceptance is turning to fear.

And what people fear, they hate.

What the slayers are planning next will either finish them for good or give them everything they've ever wanted--Karin Love and unchallenged power.

Rune and the crew race against time to save River County from the biggest monster they've faced yet. If they fail, the church will be closer than ever to their dream of creating an Otherless world.

In Obsidian Wings, Rune hides a devastating physical weakness, makes an important choice in her love life, and gains a new understanding that will help her face the future.

No matter what happens, their world is changing. The crew is growing. And so is Rune Alexander.

About the Author



I live in Ohio and I write urban fantasy. Laken Cane is a new pseudonym for me--I also write erotic paranormal romance for publishers like Loose Id, Ellora's Cave, and Liquid Silver Books under a different pen name.


Shiv Crew is my first book as Laken, and I've never been as satisfied writing as I am with this series. I have a sort of end game planned for the crew, but I have no idea how many books it will take to get there. I'm having too much fun with them to think about ending them!

I do have plans to bring in a new character for one book, just so she can eventually get her own series when (or maybe before) the Rune Alexander series ends. That's the plan.

Besides writing--when I have time to do something other than write or read--I play the heck out of my Playstation 4, my Nintendo 3DS XL, and occasionally I find time to play my Xbox 360 or Wii U. Yes. I have a sickness.

I also drink coffee. Lots and lots of coffee. But I have been trying to dilute all that coffee with some green tea. Decaf green tea. That makes up for all the caffeinated black coffee, right? Yeah. That's what I thought.

What quirks do I have? Hmmm. The word "quirks" makes it sound so cute. I don't swallow pills. I chew them. Yes, I chew them. Tylenol, vitamins, doesn't matter. Even if I crush it and put it in ice cream first, I still chew. I chew ice cream. For some reason, people seem to think that's weird. I don't get it.

One of my favorite authors is Stephen King. That man can tell a story.

I'm obsessed with vanilla bean lotion from Bath and Body Works, journals, electric blankets, and ink pens. And electronics, coffee, and books. And pizza. And any candy that has peanut butter in it.

I'm something of a hermit, but I don't feel that makes me weird. I don't like the sun on my face and I can't stand the scent of garlic. Maybe I'm part vampire. Maybe. Quirky. Just quirky.

Math and bugs are two things I don't like. At all. I always have a calculator handy and I scream when I see bugs. I've been known to set off the security alarm when I spotted a spricket in my house. Shudder.

A little about my past: I grew up in the country with six siblings. We went to church. A lot. Pentecostal. There were nightly episodes of speaking in tongues, singing and dancing, and the casting out of demons. As a child, I wasn't real sure if those demons were going to leave their hosts and set up residence inside me, so that made for plenty of nightmares!

We had no TV for much of my childhood. Books were everything to me. I was only allowed certain books, so the others--the good ones--I had to sneak and read. I did a lot of sneaking! I read everything I could get my hands on. Didn't matter what it was, I'd read it. I was not a fan of school.

When I was very small, my main goal was to grow up and eat all the ice cream sandwiches and potato chips I could hold.

Then I grew up and decided they had too many calories. Sigh.

I was lucky enough to be a mother to two truly amazing children, a son and a daughter. My little girl was born with a variety of severe health issues, and on a bleak December day in 2009, I lost her.

I write.

Little things--
I'm a lefty. I'm a pretty terrible driver--possibly because I get lost in daydreams and stories and forget I'm driving. I'm very short. I can't sleep without a fan.



Connect with Laken

Twitter: @lakencane