Crónicas de uma Leitora: Julho 2014

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Canal no youtube

Sem comentários:
Olá a todos!!! O blog tem agora um canal activo no youtube onde espero conseguir dar uma energia diferente ao Crónicas, sempre quis fazê-lo mas a vergonha associada à exposição da imagem sempre  me fez temer esta demanda. Contudo achei que estava na altura de injectar uma nova força vital por isso estou a tentar estar mais activa no twitter e no canal. Deixo-vos o link, já fiz alguns (poucos) videos, o primeiro é um bookshelf onde poderão ver os meus livros, depois fiz uma opinião, entretanto gravei um unboxing e hoje o bookhaul de julho. Espero que gostem e passem por lá para verem os videos. Juro que vou tentar não esquecer de colocá-los aqui.

Portanto para acederem ao canal basta clicarem aqui e deixarei em baixo o último video.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

[Passatempo] Encontro Mortal, J. D. Robb

18 comentários:
Com o apoio das Edições Chá das Cinco este mês temos para oferecer um exemplar do livro Encontro Mortal de J.D. Robb. Boa sorte a todos.


As regras são as do costume e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 10 de agosto às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui 
4 - É obrigatória a partilha do passatempo pelo menos UMA VEZ (todas devem ser de forma pública)
5 - Podem participar UMA VEZ POR DIA (quem participar mais de uma vez é automaticamente excluido)
6 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
7 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
8- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
9 - A entrega do prémio ficará a cargo da editora.
10 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.
O excerto do livro com as respostas às perguntas podem ser encontradas no site da Saída de Emergência, aqui



Resultado dos passatempos

Sem comentários:
Olá, olá, já foram apurados os dois vencedores dos passatempos terminados e vou já dar os resultados sem mais demoras.


Para o livro O Espetacular Momento Presente de Tim Tharp tivemos 140 participações válidas e a vencedora é a

Susana (...) Bértolo da Amadora

Parabéns Susana os teus dados serão fornecidos à editora para proceder ao envio do livro.




Para o livro Proposta Indecente de Patricia Cabot tivemos 150 participações válidas e a vencedora é

Sónia (...) Caeiro de Lisboa

Parabéns Sónia, o envio do teu livro está a meu cargo basta estares atenta aos correios.

domingo, 27 de julho de 2014

Enquanto Dormes, de Alberto Marini [Opinião]

Sem comentários:
Sinopse: 
Cillian, porteiro de um edifício de Nova Iorque, sente prazer em prejudicar as pessoas que o rodeiam. Ele conhece a fundo todos os inquilinos do prédio. Controla as suas idas e vindas, estuda-os, descobre os seus pontos fracos, os seus segredos.
Clara, a condómina do 5.º B, é a sua próxima vítima, e ele não parará enquanto não conseguir destruir-lhe a vida.
Todas as manhãs, Cillian faz um jogo consigo próprio a que chama «roleta russa»: coloca a sua vida no abismo, procurando um motivo para viver mais um dia. Incapaz de ser feliz, o seu único conforto é impedir que os outros o sejam.
Clara é a sua antítese: uma mulher feliz, em paz, que reage com um sorriso a tudo o que a vida lhe oferece. A sua indestrutível vitalidade transtorna Cillian, que levará o seu jogo ao extremo. Um jogo que se revelará mais complexo do que alguma vez podia imaginar.



Há cerca de ano e meio que não lia nenhum livro do género policial/thriller, desengane-se quem acha que não gosto, a verdade é que adoro mas vivo as minhas leituras com uma intensidade tão grande que passava dias aflitivos devido aos níveis de violência física e psicológica que os autores nos transmitem, mas não foi motivo suficiente para me afastar definitivamente. Há bastante tempo que pensava ler algo do género mas parecia que nenhum livro era o que me chamava de volta, até que li a sinopse desta obra, falei com a Vera Brandão do blog Menina dos Policiais e cuja opinião podem ler aqui e decidi-me.

Enquanto dormes de Alberto Marini é um thriller contemporâneo que foi publicado em julho pela Planeta. Surgiu na forma de guião porém devido às alterações e adaptações que teve de se fazer para produzir o filme e de modo a não se perder determinados elementos surgiu o livro, de certa forma o livro estará mais fiel ao guião original pelo que estou com muita vontade para ver o filme e verificar as diferenças.



A acção tem lugar num prédio de Nova Iorque  e conta a história de Cillian, um homem de 30 anos e que é porteiro do edifício há cerca de dois meses. Desde a adolescência que sofre de um disturbio de ansiedade grave que o leva a empreender um "jogo" de roleta russa todas as madrugadas para perceber se tem ou não motivos para "voltar para a cama" ou se se deve suicidar. Desde criança que retira satisfação, ou até mesmo felicidade, em ver os outros sofrerem seja física seja psicologicamente principalmente se conseguir ter algum papel de relevância no sofrimento alheio, um dos seus passatempos é passear pela cidade em busca de pessoas infelizes tentar perceber a sua história de modo a conseguir colocar o "dedo na ferida" e fazê-las passar um mau bocado. No seu trabalho dedica-se a esquadrinhar a vida de todos os condóminos de forma a conseguir amargurar-lhes a vida. Com uma mente perversa e completamente defasada da realidade consegue propor-se a tarefas que devassa  irremediavelmente a privacidade alheia.

Clara é a condómina do 8.ºA, uma rapariga alegre, bem disposta que mesmo quando o dia lhe corre mal (invariavelmente por interferência do porteiro) consegue superar os obstáculos com um sorriso no rosto, é esse sorriso que Cillian vai tentar, por todos os meios, apagar. Porém não é apenas a esta condómina que o porteiro vai torturar, muitas vezes com conversas de ocasião que despertam temas de grande dor aos outros residentes, encontrando um oponente apenas no condómino do 10.ºB.

A narrativa ocorre maioritariamente no prédio porém temos acesso a algumas deambulações do porteiro pela cidade sempre com objectivos obscuros e que nos mostram mais um pouco da sua personalidade doentia.

As emoções que nos afloram durante a leitura desta obra variam entre a repulsa, a surpresa e a incredulidade. Apesar de escrito na 3.ª pessoa do singular, o narrador dá-nos acesso aos pensamentos de Cillian o que nos deixa inconfudivelmente nauseados.

O autor conseguiu construir uma trama sólida, que nos envolve e nos fascina de forma mórbida e cuja crueldade impressa nos conduz a uma leitura compulsiva. Maioritariamente psicológico o facto de não haver grandes traços de agressividade física desperta-nos sentimentos ambiguos que variam entre a curiosidade e o horror. O final, avassalador e abrupto, faz-nos cair na realidade de forma brutal e leva-nos a questionar se conhecemos verdadeiramente as pessoas que nos rodeiam.

Adorei voltar ao género!

sexta-feira, 25 de julho de 2014

[Passatempo] Trilogia Shadowfell de Juliet Marillier

7 comentários:

Com o apoio da nossa parceira Planeta temos para oferecera trilogia Shadowfell de Juliet Marillier, haverá apenas um vencedor para os três livros . Boa sorte a todos.


As regras estão descritas abaixo e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 8 de agosto às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui 
4 - É obrigatória a partilha do passatempo pelo menos UMA VEZ de forma pública
5 - Podem participar UMA VEZ POR DIA (quem participar mais de uma vez é automaticamente excluido)
6 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
7 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
8- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
9 - A entrega do prémio ficará a cargo da editora.
10 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Lançamento Livro MORTE NAS TREVAS, Pedro Garcia Rosado

Sem comentários:


A convite do meu autor preferido, Pedro Garcia Rosado, estive presente no passado dia 28 de Junho, no lançamento do seu mais recente livro, Morte nas Trevas, na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha.


* Foto gentilmente cedida pela Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha


O evento foi organizado pela Comunidade de Leitores e de Cinéfilos das Caldas da Rainha, a qual desconhecia. Infelizmente eventos como estes nem sempre são amplamente divulgados como gostaríamos e, embora resida a pouco mais de 26 km de Caldas da Rainha, se não fosse o autor a falar do evento em questão, eu continuaria na ignorância.

Foi-me pedido para fazer uma breve participação com o intuito de dar a conhecer um pouco a natureza dos nosso blog, bem como as estratégias que adotamos na promoção das diversas leituras que realizamos. Para variar devo ter-me alongado um pouco mais para além do tema em questão uma vez ser tão raro poder participar/assistir em eventos que tenham a ver com a leitura. Como já tem sido hábito, referi que acho importantíssimo a promoção da leitura junto dos mais jovens, bem como dos respetivos encarregados de educação. A meu ver também seria importante que o Plano Nacional de Leitura pudesse ter, lá pelo meio, alguns livros que realmente interessem aos jovens de forma a fazê-los «sonhar» pelo meio de páginas e páginas de um bom livro. Por que motivo a maioria dos livros a partir do 10º ano têm de ser necessariamente obras literárias, qual seria o problema dos jovens agarrarem num livro apenas pela satisfação e o desejo de o quererem realmente ler, de elaborar um ficha de leitura de um autor que lhes desperte a atenção?

Quem é que se lembra dos livros que lemos entre o 10º e o 12º ano com satisfação? Recordo-me de Eurico o Presbítero... mas apenas porque uma das colegas estava apaixonada por um Eurico e leu o livro em tempo «record» imaginando-se ela na pele de Hemengarda. Hemengarda para mim foi sempre uma amiga fiel de Sara Crewe no romance A Princesinha de Frances Hogdson Burnett, um livro lindo para meninas a partir dos 8 ou 9 anos que deveria estar incluído no Plano Nacional de Leitura.

Mas já estou a divagar...

O evento foi ainda enriquecido por vários momentos musicais realizados por alunos do Conservatório Municipal.


* Foto gentilmente cedida pelo Jornal das Caldas da Rainha


* Foto gentilmente cedida pela Biblioteca Municipal de Caldas da Rainha

Espero sinceramente não me ter enganado em quem cedeu que fotos, se assim for, peço as minhas sinceras desculpas.

O Pedro Garcia Rosado leu algumas passagens do livro em questão e, por alguns momentos, surgiu-me esta «macabra» ideia... o Município de Caldas da Rainha bem que poderia promover o turismo naquela zona realizando um tour pelos diversos locais de assassinatos ocorridos nos livros deste autor! A Rota Criminal, terminando claro está, na já famosa Lagoa de Óbidos! O que acham?

Devo salientar que é de louvar iniciativas como esta, esperando sinceramente, por próximas, aqui na zona do Oeste!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

[Série de TV] - "Objectos Cortantes" de Gillian Flynn

Sem comentários:
Objectos Cortantes

O 1º livro da autora Gillian Flynn editado em Portugal pela antiga editora Gótica irá ganhar vida não no cinema mas sim no pequeno ecrã. Falamos do livro "Objectos Cortantes".

Foi anunciado ontem nos USA, que este bestseller já publicado em 2006 no seu original, irá ser adaptado a formato de série de televisão pela produtora Entertainement One Television. O livro é no seu género um thriller e conta a história de uma jornalista que é enviada para sua cidade natal no Missouri, com o objetivo de cobrir a história do assassinato de duas jovens. A própria autora será a produtora. 

A autora tem mais obras suas a serem adaptadas tanto ao cinema como para a televisão!

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Só em sonhos de Sherrilyn Kennyon [Opinião]

Sem comentários:
Sinopse:
Xypher tem apenas um mês na Terra para se redimir através de uma boa ação ou será condenado à tortura no Tártaro para toda a eternidade. Mas a redenção pouco significa para um semideus que apenas deseja vingança contra aqueles que causaram a sua queda.Simone Dubois é uma médica-legista com dons psíquicos e capaz de ajudar os mortos a encontrar os seus assassinos. Quando Xypher pede a sua ajuda para abrir um portal para o Inferno e combater demónios, Simone tem a certeza que está perante um louco.O futuro da Humanidade encontra-se em risco, mas qual a maior ameaça que Simone enfrenta? Os demónios que vêm em sua perseguição, ou o homem misterioso e sedutor que mudou irremediavelmente a sua vida? 



Sherrilyn Kenyon conquistou um lugar de topo na minha prateleira com a fantástica saga dos Predadores, em cerca de dois meses li os 14 livros traduzidos em Portugal que compõem a saga (só o Amante de Sonho li há cerca de 2 anos) e estou completamente rendida a estes guerreiros e suas respectivas histórias. Não irei fazer opinião de todos os livros, para mim são todos especiais e de igual importância por isso se alguém pensa ler fora de ordem o meu conselho é que não façam isso de modo nenhum pois irá alterar toda a percepção dos acontecimentos entre os livros. Até agora o meu personagem masculino preferido é o Wren e a personagem feminina... Simone, sim a protagonista deste livro que vos venho falar.

Então falando neste volume em particular, SK conseguiu mais uma vez construir uma história complexa com personagens absolutamente deliciosas. Como já referi, Simone é a melhor personagem feminina da série (até agora claro), sarcástica, forte, apaixonada é igualmente destemida e divertida. É igualmente uma incógnita pois não é o que aparenta e não falo apenas do seu dom para ver e falar com espiritos o que comprova que mais uma vez a autora consegue dar reviravoltas à história absolutamente surpreendentes. Uma lutadora é provavelmente a única afazer frente a Xypher depois de ver o que ele é capaz.

Este é uma alma literalmente torturada, depois de séculos no Tártaro a sofrer atrozmente nas mãos de Hades consegue através de um acordo de Katra com o deus do submundo um mês na Terra. Como foi condenado por um crime que não cometeu tornou-se desconfiado e cínico. Simone irá surpreendê-lo e intrigá-lo e forma com ela uma frente unida. Ao longo da narrativa percebemos que as suas acções nem sempre coincidem com as suas palavras e que tem em si um grande orgulho e dignidade.

A escrita de Kennyon é divina, viciante, compulsiva, é impossível resistir às suas personagens apaixonantes e às suas tramas cheias de ação, paixão, intriga e sofrimento que culmina sempre com uma história de amor que nos derrete o coração. Consegue através do mais infímo detalhe alterar o rumo de uma história e conferir mais ou menos importância a personagens secundárias. Algo que adoro e é um dos motivos porque desaconselho vivamente a leitura fora de ordem é que há várias personagens a cruzarem os livros. Com um toque de humor que nos vezes nos deixa quase em lágrimas e com a barriga a doer, grandes momentos de profundo erotismo e com uma sensibilidade para descrever momentos de maior dor e agonia a verdade é que é impossível não nos sentirmos agarrados a esta série.

Espero que o próximo volume não demore muito a ser publicado pois estou apaixonada por esta saga, Sherrilyn Kennyon é uma autora imperdível.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Nunca seduzas um escocês de Maya Banks [Opinião]

1 comentário:
Sinopse:
Eveline Armstrong é amada e protegida ferozmente pelo seu poderoso clã, mas é considerada “demente” por quem não pertence ao seu meio. Bonita, sobrenatural, com um olhar intenso, ela nunca falou. Ninguém, nem mesmo a sua família, sabe que ela não ouve. Eveline aprendeu sozinha a ler lábios e, feliz por viver com a sua família, nunca se importou que o mundo a visse como louca. Contudo, quando um casamento arranjado com um clã rival torna Graeme Montgomery seu marido, ela aceita cumprir o seu dever – sem estar preparada para os prazeres que se avizinhavam. Graeme é um guerreiro robusto com uma voz tão grave e poderosa que ela consegue ouvi-la, e umas mãos e beijos tão ternos e habilidosos que despertam as paixões mais profundas em Eveline.Graeme está intrigado com a sua noiva, cujos lábios silenciosos são como um fruto maduro de tentação e cujos olhos vivos e sagazes conseguem ver a sua alma. Assim que a intimidade entre ambos se aprofunda, ele descobre o segredo dela. E quando a rivalidade entre clãs ameaça a mulher que ele começara a apreciar, o guerreiro escocês moverá céu e terra para a salvar. Eveline despertou o seu coração para a melodia encantadora de um amor raro e mágico.


Nunca Seduzas um Escocês é o primeiro livro da série The Montgomerys and Armstrongs, da autora Maya Banks, cuja acção decorre nas terras altas da Escócia e que conta a história de dois clãs rivais vivendo em guerra constante e semeando a morte entre eles mas que por serem tão poderosos são unidos através do casamento arranjado pelo rei. Porém a jovem Eveline é diferente, especial, após sofrer uma aparatosa queda de cavalo, três anos antes do inicio da narrativa, aparenta uma deficiência cognitiva mas não é por isso menos protegida pela família, pelo contrário acaba por ser super protegida. Como é de esperar os Armstrongs não conseguem aceitar de bom grado este casamento que coloca em perigo uma moça tão frágil, o que a família desconhece é que ela apenas ficou surda do acidente não tendo qualquer problema mental. Os Montgomerys também não querem esta união, não só pela suposta deficiência mas porque desta forma Graeme o chefe do clã se recusa a dar herdeiros sentindo-se incomodado com a possibilidade de ter uma relação intima com a esposa.

Aquilo que vamos percebendo ao longo do livro é que Maya Banks é absolutamente genial pois construiu uma fantástica história sobre rivalidades, adversidades e principalmente de aceitação não só perante uma deficiência (que mais tarde se descobre apenas física) mas também social. Eveline enfrenta graves problemas ao casar e ir morar para o castelo dos Montgomerys pois não é aceite pelo clã que a desvaloriza e maltrata mesmo com os avisos do seu Laird. Graeme e os irmãos mostram-se à altura do desafio imposto pelo rei pois com o tempo vão aceitando e até nutrindo simpatia pela jovem, mas não é tudo Graeme não lhe é indiferente e depressa descobre o problema de surdez da esposa.

Maya Banks depressa subiu no ranking de autora deste género, os seus livros são de um romantismo e uma doçura deliciosa, estão bem enquadrados historicamente e a autora consegue sugar-nos para os acontecimentos com uma história repleta de percalços, peripécias e tropelias. Eu sou absolutamente fã deste género, não me canso de referir que os principios morais que regem este homens de armas são de tal maneira poderosos que abdicam de tudo pelo seu clã, a união familiar é mais uma vez uma forte componente e as páginas estão cheias personagens com grandes personalidades e apesar de Graeme ter lugar cativo no meu coração pela sua compreensão, bom senso e dedicação, Eveline é a minha heroina favorita de sempre pois demonstrou uma presença de espirito, uma sensibilidade e uma coragem inimaginável.

Com uma escrita altamente viciante a autora prende-nos à narrativa, deixando-nos a querer ler "só mais um"capítulo, a leitura é ávida, voraz mesmo pois o seu ritmo deixa-nos o coração bater mais forte, as lágrimas a bailarem nos olhos e os dedos a tremerem com a vontade de virar a página. A única decepção? Chegar ao fim, o livro é tão bom que deixa um saudosismo enorme. Mais livros de highlanders precisam-se e que esta série seja longa pois tanto os Montgomerys como os Armstrongs têm personagens que queremos conhecer melhor. 

A Voz de Juliet Marillier [Opinião]

Sem comentários:
Sinopse:
A surpreendente conclusão da trilogia que começou com Shadowfell, cheia de romance, intriga e magia. Há um ano, Neryn nada tinha a não ser um Dom Iluminado que mal compreendia e o sonho vago de que a mítica base rebelde de Shadowfell pudesse ser real. Agora, é a arma secreta dos Rebeldes e a sua grande esperança de fazerem vingar essa revolta secreta contra o rei Keldec, que terá lugar no dia do Solstício de Verão. O destino de Alban está nas suas mãos. Entretanto, Flint, o homem por quem se apaixonou, está no limite das suas forças enquanto espião na corte do rei e acumulam-se as suspeitas da sua traição. Em jogo, está a liberdade do povo de Alban, a possibilidade de os Boa Gente saírem dos esconderijos e a oportunidade de Flint e Neryn se unirem finalmente. 



A Voz de Juliet Marillier é o terceiro e último volume da trilogia Shadowfell, uma série dentro do género fantasia cuja acção se desenrola num passado longínquo numa época mágica com criaturas assombrosas. O mundo criado pela autora é muito próprio não podendo ser localizado num atlas atual sendo que nos é fornecido um mapa logo no início de cada livro, ainda assim e não sei qual a influência vejo sempre estes acontecimentos situados algures na Irlanda.

Numa linguagem claramente cuidada e bastante rica, Juliet Marillier tece uma história complexa com descrições minuciosas e acontecimentos de tal forma intricados que nos perdemos nas páginas por vezes de uma maneira quase sem retorno tornando esta uma das experiências literárias mais mágicas de sempre.

Nesta aventura Neryn, de 16 anos, já tem plena consciência do seu poder e de como deve utilizá-lo porém ainda tem de aperfeiçoá-lo visitando a Dama Branca e o Senhor das Sombras para aprender mais sobre o ar e o fogo. Infelizmente o tempo escasseia e entre viagens e aprendizagem a jovem teme os percalços. Quem conhece esta história sabe que os caminhos são perigosos, as pessoas traiçoeiras e a desconfiança, muitas vezes, a unica forma de sobrevivência. Neryn demonstra mais uma vez uma força interior enorme e uma maturidade invulgar, a verdade é que em tempos idos passava-se da infância para a idade adulta e crescia-se muito depressa devido às adversidades da vida. Neryn mostra como o seu fardo, tão pesado para outra pessoa, era o certo para si pois conseguiu a sabedoria necessária para tomadas de decisões determinantes para o rumo dos acontecimentos.

Todos os contactos forjados ao longo dos três livros, os amigos e aliados que se fizeram, os amigos e inimigos que se ganharam e perderam convergiram num unico e grandioso acontecimento para o povo de Alba. As criaturas mágicas denominadas de Boa Gente conseguiram entrar no nosso coração pela sua singularidade, princípios e dedicação, os Rebeldes de Shadowfell mostraram-se uma frente unida e capaz e Flint e Neryn deram mais uma vez provas da sua dedicação à causa.

Uma narrativa impressionante, cheia de amizade, amor, provações e muita magia A Voz é o culminar de uma história vibrante com contornos verdadeiramente apaixonantes que não deixará ninguém indiferente. Juliet Marillier conseguiu algo que julguei que nenhum autor fosse capaz, fez-me adorar este género de fantasia que nunca fez o meu estilo. Estou fã incondicional da autora e espero que continue a criar histórias com a mesma envolvência.

[Cinema] Em parte Incerta - novo trailer

Sem comentários:
Aqui está o segundo trailer do filme inspirado no livro Em parte Incerta de Gillian Flynn. A estrear a 2 de Outubro em Portugal

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Proposta Indecente de Patricia Cabot [Passatempo]

4 comentários:
Com o apoio da nossa parceira Quinta Essência temos para oferecer um exemplar do livro Proposta Indecente de Patricia Cabot. Boa sorte a todos.


As regras estão descritas abaixo e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 25 de Julho às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui
4 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
5 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
6- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
7 - A entrega do prémio ficará a cargo da Admnistração do blog.
8 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.

[Cinema] - Em Parte Incerta - Trailer e Posters

Sem comentários:
Há uns meses, anunciámos aqui no blog a adaptação da obra de Gillian Flynn ao grande ecrã e está quase mesmo a chegar aos ecrãs portugueses!

Trailer:


Posters:
Poster do filme Em Parte Incerta

Estreia dia 2 de Outubro! 

sábado, 5 de julho de 2014

Cinema | Antes de adormecer | S.J. Watson

Sem comentários:
Antes de Adormecer



Christine Lucas (Nicole Kidman) acorda todos os dias assustada e confusa. Dorme ao lado de um homem que diz ser seu marido numa casa que ele diz ser deles, mas nada disto lhe é familiar. Christine sofre de amnesia psicogénica, como resultado de um acidente traumático, e não se lembra de nada do seu passado mais recente - do acidente ou de Ben (Colin Firth), que todos os dias tem de se apresentar e lhe explicar a vida que têm em comum.


O livro foi publicado em Portugal pela Civilização e chega aos cinemas portugueses no dia 26 de Fevereiro de 2015!
Trailer

sexta-feira, 4 de julho de 2014

"A amante" de James Patterson e David Ellis [Opinião]

Sem comentários:


Para mais informações clique aqui

Sinopse
No seu thriller mais excitante, James Patterson mergulha-nos nas profundezas de uma mente torturada. Uma perseguição implacável através de um mundo de perigos e enganos. O jornalista Ben Casper é paranoico e obsessivo. E a maior e mais compulsiva das suas fixações é Diana, a bela mas inacessível mulher dos seus sonhos. Quando ela é encontrada morta, após uma queda da varanda do seu apartamento, as autoridades não hesitam em considerar que é um suicídio. Mas Ben conhecia bem Diana e sabe que ela nunca se mataria. Convence-se de que a amiga foi assassinada e embarca numa aventura arriscada para conseguir prová-lo. O jornalista descobre, porém, que ela levava uma vida dupla, e à medida que outras pessoas envolvidas na vida de Diana morrem em circunstâncias questionáveis, torna-se evidente que alguém não quer que a verdade venha ao de cima. E, a menos que Ben desista da sua investigação, ele pode ser o próximo a «sair de cena»... 




Vou começar a dar os Parabéns á Topseller pela capa, acho-a simples mas atrativa com um repto que não deixa ninguém indiferente, "Segredos, mentiras e uma conspiração mortal." .

Como habitual nos livros de James Patterson. “A Amante”  está dividido em capítulos curtos e a personagem principal da história , Ben Casper um jornalista  obsessivo compulsivo. Bem é o narrador desta história é através do seu discurso, das suas vivências que vamos evoluindo na história, umas vezes mais alegremente outras mais soturnamente. Confesso que esta personagem está muito bem estruturada, e tudo o que foge ao ritmo de um obsessivo compulsivo é totalmente justificado pelas suas vivências na infância.

Este jornalista é o melhor amigo e eterno apaixonado de Diana acredita que "um homicídio pode parecer suicídio e um suicídio aparentar homicídio", e deste modo não acredita que a mulher que venerava pudesse cometer um acto suicida, pelo que começa a investigar a seu próprio mote a vida de Diana e depressa descobre que esta escondia muita coisa da sua vida. Depressa se torna um alvo dos inimigos, a sua vida dependerá das descobertas que fizer.

Temas actuais como a CIA, a espionagem, o conflito na  Geórgia, os lobbys políticos, fazem parte da trama, que mais uma vez , de uma forma ávida e compenetrada “devorei”,  querendo descobrir a verdade, confesso que os autores conseguiram umas reviravoltas geniais e inesperadas que nos mantém presos á leitura. Recomendo a leitura aos amantes de policias e thrillers e a todos os amantes de uma leitura ávida e sôfrega.

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Para Sir Philip com Amor, Julia Quinn [Opinião]

3 comentários:
Sinopse:
Sir Phillip sabia que Eloise Bridgerton tinha já 28 anos e era, pois claro, uma solteirona. Foi por isso mesmo que pediu a sua mão em casamento. Sir Phillip partiu do princípio de que Eloise estaria desesperada por casar e não seria exigente ou caprichosa. Só que… Estava enganado. No dia em que ela lhe aparece à porta, torna-se óbvio que é tudo menos modesta e recatada. E quando Eloise finalmente para de falar, ele percebe, rendido, que o que mais deseja é… Beijá-la. É que, quando recebeu a tão inesperada proposta, Eloise ficou perplexa. Afinal, nem sequer se conheciam pessoalmente. Mas depois… O seu coração levou a melhor e quando dá por si está numa carruagem alugada, rumo àquele que pensa poder ser o homem dos seus sonhos. Só que… Estava enganada. Embora Sir Phillip seja atraente, é certo, é também um bruto, um rude e temperamental bruto, o oposto dos gentis cavalheiros que a cortejam em Londres. Mas quando ele sorri… E quando a beija… O resto do mundo evapora-se e Eloise não consegue evitar a pergunta: será que este pesadelo de homem é, afinal, o homem dos seus sonhos? 



Ler este livro é como visitar aquele familiar que tanto gostamos mas que vive a muitos quilómetros de distância, a viagem é emocionante e a estadia aquece-nos o coração. É mais do que assumido que os Bridgeton são a minha familia literária favorita, a mãe é compreensiva e carinhosa, os irmãos mais velhos (e o mais novo) protetores e divertidos e irmãs confidentes e amigas.

Para Sir Philip com Amor começa no ponto que terminou A Grande Revelação, com Eloise a fugir para se encontrar com Philip Crane para o conhecer pessoalmente. Quem se lembra dos livros anteriores certamente tem em mente que Eloise além de ter recusado inúmeros pedidos de casamentos, estava constantemente fechada no seu quarto a escrever cartas, tendo sistematicamente as mãos manchadas de tinta. Foi esta paixão pela escrita que a levou a corresponder-se com Sir Philip Crane, sendo que a ultima missiva deste a deixou atordoada pois continha um pedido de visita para verificar a compatibilidade de ambos para o casamento, a jovem tendo assistido ao casamento e felicidade da sua melhor amiga Penelope começa a sentir algum ressentimento e solidão e decide, num impulso, viajar até à propriedade do seu correspondente para o conhecer.

As peripécias deste casal são mais que muitas, principalmente porque Sir Philip é um viuvo de 30 anos com um casal de gémeos de 8 com um mau comportamento quase lendário na região e Eloise é uma solteirona de 28 anos com uma propensão para falar por tempo interminável e com uma necessidade enorme de preencher todos os silêncios.

Não quero alongar-me muito mais nas descrições dos acontecimentos para não retirar a magia e a descoberta dos leitores mas devo referir lamento apenas que não se veja mais momentos da familia Bridgerton pois desta feita os acontecimentos passam-se num local diferente levando a que não possam estar mais presentes.

Quanto às personagens, Eloise é claramente uma força da natureza, com uma perspicácia e audácia incomuns conquista-nos com uma facilidade arrebatadora, já Philip é notoriamente um homem atormentado pelo passado, depois de sofrer maus tratos em criança, foi forçado a ocupar o lugar do irmão mais velho que faleceu em Waterloo tendo inclusive casado sem amor com a noiva do irmão, muito foi o sofrimento deste homem que não sabe lidar com os filhos e julga que a melhor coisa a fazer é dar-lhes a mãe perfeita.

A escrita de Julia Quinn é tão envolvente e tão fluida,as descrições tão perfeitas e as personagens tão bem construidas com uma evolução perfeita que é dificil não nos apaixonarmos mais uma vez pelos seus livros. A época perfeita, o timing perfeito e claro a familia perfeita, a autora conseguiu todos os ingredientes para mais uma espectacular obra. Quem se lembra de todos os capitulos começarem com um dos artigos de Lady Whistledown não se sentirá defraudado ao perceber que os capitulos neste livro começam com um pequeno excerto de uma das muitas cartas de Eloise.

É impossível não adorar este livro e mais impossível ainda não o recomendar. Eu sei que os seguidores assiduos da série estão neste momento num frenesim até dia 15, o dia do lançamento do livro nas lojas e com toda a razão, Para Sir Philip com Amor é imperdível e apaixonante. Quem não segue, está sem dúvida a perder a mehor série de romance de época.

[Passatempo] O Espetacular Momento Presente de Tim Tharp

4 comentários:
Com o apoio da nossa parceira Editorial Presença temos para oferecer um exemplar do livro O Espetacular Momento Presente de Tim Tharp. Boa sorte a todos. 


As regras estão descritas abaixo e o vencedor é escolhido aleatoriamente através do random.org
1 - Podem participar até dia 13 de Julho às 23H59 e o vencedor será escolhido pelo random.org.
2 - É obrigatório ser seguidor público do blog
3 - É obrigatório ser fã da nossa página do facebook, clicar aqui
4 - Só serão consideradas as respostas que mencionem os dados pedidos.
5 - Passatempo válido apenas para Portugal Continental e Ilhas.
6- O nome do vencedor será publicado no blogue e o mesmo será contactados por email.
7 - A entrega do prémio ficará a cargo da editora.
8 - A Administração do Blog e a editora não se responsabilizam por qualquer atraso ou extravio dos CTT.
Para informações sobre o livro O Espetacular Momento Presente de Tim Tharp, clique aqui

terça-feira, 1 de julho de 2014

Novidades Editorial Presença para Julho

Sem comentários:


O Espetacular Momento Presente

Tim Tharp

Título Original: The Spetacular Now

Tradução: Maria de Almeida
Páginas: 344
Coleção: Noites Claras Nº 20
PREÇO SEM IVA: 15,00€ / PREÇO COM IVA: 15,90€
ISBN: 978-972-23-5297-0
Código de Barras: 9789722352970

Data de Publicação: 2 Julho 2014


FICÇÃO PARA JOVENS ADULTOS

LIVRO JÁ ADAPTADO AO CINEMA
EXIBIDO NO SUNDANCE FILM FESTIVAL

Aos dezassete anos, tudo o que Sutter Keely deseja é desfrutar do espetacular momento presente. É o tipo que anima qualquer festa, cheio de charme e humor, o herói em busca de si próprio, com um coração puro mas a fazer as escolhas erradas. De repente, Sutter tem a sensação de que todos os seus amigos estão a caminhar em direção a futuros promissores... Mas para Sutter continua a bastar o espetacular momento presente. Uma típica história de passagem da adolescência para a idade adulta, com a mistura certa de tragédia e comédia, sobre um jovem que tenta encontrar o seu próprio caminho impulsionado por um misto de compaixão e recusa em relação à realidade da vida adulta.
Finalista do National Book Award e do Oklahoma Book Award na categoria de literatura para jovens adultos, este livro foi adaptado ao cinema e exibido com grande sucesso no Sundance Film Festival.

Tim Tharp é um conceituado escritor de romances para o público jovem adulto. Licenciado em Jornalismo e em Psicologia, tem ainda um mestrado em Escrita Criativa pela Brown University. Vive em Oklahoma, onde escreve ficção e dá aulas no Departamento de Ciências Humanas na Faculdade de Rose State. Outras obras do autor foram distinguidas com prémios literários, nomeadamente Falling Dark, que recebeu o Milkweed National Fiction Prize e Knights of the Hill Country, que ganhou o Oklahoma Book Award.

GÉNERO: Ficção/Romance Contemporâneo.

PÚBLICO-ALVO: Jovens Adultos.






Puros

Julianna Baggott

Título Original: Pure

Tradução: Fátima Andrade
Páginas: 392
Coleção: Via Láctea Nº 117
PREÇO SEM IVA: 17,83€ / PREÇO COM IVA: 18,90€
ISBN: 978-972-23-5278-9
Código de Barras: 9789722352789

Data de Publicação: 2 Julho 2014


VOLUME DE ESTREIA DE TRILOGIA FANTÁSTICA
PARA JOVENS ADULTOS

  • Escolha do Editor do New York Times Book Review

  • 100 Notable Books segundo o The New York Times

  • A Fox 2000 comprou os direitos de Puros e das duas sequelas em 2010, antes mesmo de estes serem vendidos para edição. Karen Rosenfelt, produtora principal da saga Twilight está envolvida no projeto.

Depois de uma série de detonações atómicas destinadas a exterminar grande parte da Humanidade, apenas uma pequena elite de puros deveria ter sobrevivido, protegida dentro da Cúpula até que a Terra se regenerasse por completo. Mas não foi isso que aconteceu... Muitos foram os que sobreviveram às explosões, deformados, com mutações terríveis, refugiados entre as ruínas da cidade, num clima de opressão por parte da milícia entretanto formada, que os aterroriza e explora. Pressia Belze é uma jovem de dezasseis anos, uma mutante que tenta fugir à milícia; Partridge é um rapaz da elite, um Puro atormentado pela suspeita de que um plano secreto está a ser desenvolvido pela elite científica da Cúpula. Numa terra devastada, os caminhos destes dois jovens acabam por se cruzar, dois sobreviventes em busca de um futuro menos sombrio, que nem desconfiam do laço secreto que os une…

Julianna Baggott é uma autora bestseller norte-americana, que tem sido agraciada com diversas distinções literárias. Puros foi considerado um dos 100 Notable Books de 2012 pelo jornal The New York Times. Esta trilogia foi Escolha do Editor do New York Times Book Review. Julianna Baggott é também uma reconhecida poetisa e ensaísta nos Estados Unidos.

GÉNERO: Ficção e Literatura/Romance Fantástico.

PÚBLICO-ALVO: Apreciadores do género fantástico.





CITAÇÕES IMPRENSA ESTRANGEIRA:

«O mundo pós-apocalíptico criado por Julliana Baggott foi concebido para obter um admirável efeito cinematográfico... O que eleva este livro acima do grau de violência geralmente presente na ficção destinada a jovens adultos, não é tanto a história que autora conta mas sim a precisão requintada da sua prosa.»
The New York Times Book Review

«Julliana Baggott conseguiu o que parecia ser impossível e criou uma visão única da catástrofe… Uma obra fervilhante de criatividade...»
The Sunday Times (Londres)

Para mais informações consulte o site da Editorial Presença, clique aqui