Crónicas de uma Leitora: [Crónicas da Isabel] "Diz-me quem és", de Jessica Bird

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

[Crónicas da Isabel] "Diz-me quem és", de Jessica Bird


 
Autora: Jessica Bird (J.R.Ward)
Título: "Diz-me quem és"
Título original: "An inforgetable Lady"
Editora: Quinta Essência (Grupo LeYa)
Páginas: 404

Sinopse:

Grace Hall é uma socialite deslumbrante, rodeada de glamour, privilégio e riqueza, mas a sua fortuna fez dela o alvo de um louco que anda a matar as mulheres mais influentes de Manhattan. Para se proteger, Grace exige o melhor dos guarda-costas - e depara com muito mais do que esperava. John Smith é um especialista em segurança intransigente e frio que é tão dedicado ao seu trabalho como é mortífero. Mudar-se para o luxuoso apartamento de cobertura de Grace é a última coisa que deseja, mas é impossível dizer-lhe que não. Quando explica as regras à sua nova cliente, surgem entre eles faíscas, bem como um desejo incendiário. Com Grace nos braços, John dá por si a baixar as próprias defesas. À medida que as noites amenas se tornam escaldantes e o assassino se aproxima, Grace e Smith enfrentam uma escolha crucial: seguir as regras ou seguir os seus corações.
 
 
Crítica/opinião por : Isabel Alexandra Almeida:
 
Este romance de J R Ward , sob o pseudónimo Jessica Bird, traz-nos a escritora de fantasia num género que não era ainda conhecido do público Português.


  Um romance sensual "soft", que nos dá a conhecer Grace Hall - uma milionária que busca protecção ao ver as suas melhores amigas serem assassinadas por um misterioso assassino.



  Grace acaba por contratar os serviços de segurança de John Smith, um perito na segurança de celebridades e membros da alta sociedade ou da Política, o qual passará a residir no apartamento de Grace, devido ao risco que esta corre ao viver sozinha (encontrando-se em processo de divórcio, o que também será causa de preocupações adicionais para Grace).
 
   Desde o início que há entre ambas as personagens uma forte tensão sexual (um pouco a fazer-nos lembrar algumas séries televisivas dos anos 80), mas ambos lutam contra tais impulsos.
 
  Glamour, tensão sexual, atracção, conflitos interiores das personagens centrais, um toque de crime e mistério, são razões mais do que suficientes para momentos de puro prazer e descontracção com esta obra.
 
   Uma leitura agradável, fluída e leve, nao sendo brilhante, é um bom livro para as férias, por exemplo.
 
 
Esta e outras opiniões no blog literário Os Livros Nossos

Sem comentários:

Enviar um comentário